Pergunte ao fisioterapeuta

Mensagem de Gerson S. Junior, studio_g@bol.com.br.
Dados da pessoa:
Clube/Academia: (caraguatatuba)
Idade: 47 - Peso: 51 - Altura: 1.68 - Sexo: masculino
Caro Dr Tenho 47 anos e durante mais de 20 anos trabalhei de 10 a 15 horas diarias no computador, a ponto de o mouse se tornar uma extenção do meu braço, tem anos que sofro de tendenites nos mais variados lugares do braço direito mas, principalmente no ombro, como parei de trabalhar na area de publicidade a dez anos, não vinha tendo muitos problemas ultimamente e quando doia eu tratava com alongamentos e anti-inflamatorios. Nos ultimos cinco anos, comecei a fazer muscalação e natação pra me manter em forma pro surf, que é a grande paixão da minha vida e principalmente reforçando a musculatura do ombro. Em novembro, tomei um grande caldo surfando em ubatuba e meu braço direito(que ja andava dolorido na altura do ombro) fez um brusco movimento pra traz, imediatamente senti que tinha machucado seriamente o tendão, sai da agua e comecei imediatamente a tratar com gelo e antinflamatorios. Fiquei 45 dias sem conseguir dirigir o carro, nem conseguia mexer no computador. depois de varias chapas e exames, me pediram uma ressonancia pra saber a extenção da lesão e se a cirurgia ou a fisioterapia eram mais indicados. vai aqui o relatorio final da ressonancia: 1- alteração de sinal em tuberculo maior do umero, com aspectos que podem ser encontrados em contusão óssea, com impactação das trabeculas da medular óssea correspondente, sem evidencias de alterações significativas na linha cortical na presente avaliação. 2- alterações osteodegenerativas incipientes em articulação glenoumeral, com discreto afilamento do seu revestimento cartilaginoso. 3- alterações osteodegenerativas hipertróficas em articulação acromioclavicular. 4- alteração de sinal dos tendões do infraespinhal e do supraespinhal, com aspectos que podem ser encontrados em tendinopatia, notando-se pequenos focos de roturas intrassubstanciais em fibras do tendão do supraespínhal, notadamente ao nivel de sua porção insercional, sem evidencias de lesões transfixantes na presente avaliação. 5- discreto espaçamento da bursa subacromio/deltoideana. 6- sinais de degeneração do labio glenoidal 7- tendões do subescapular e do cabo longo do biceps sem alterações significativas. 8- ausencia de sinais de derrame articular. 9-acromio do tipo 2. fiquei meio assustado com tantas alterações, sera que vou ter de passar por cirurgia? sera que consigo voltar a surfar e nadar? passados 80 dias do acidente, estou muito melhor, ja estou dirigindo e mexendo com o computador, faço quase todos os movimentos sem que aja muita dor, uma dorzinha suportavel mas, não consigo fazer o movimento de rotação da natação, alem de muito dolorido, parece que o ombro vai travar (da essa impressão e ainda sinto um pequeno estalo no tendão).o que o Dr. recomendaria newste caso? aguento quanta fisioterapia for preciso pra voltar a surfar, posso ter alguma esperança? desde ja agradeço a atenção do Dr. muito obrigado

Resposta de Bruno Berselli

Olá, boa tarde. Bem pra vc ficar 100% acredito que a cirurgia seja o mais indicado, ainda mais para uma pessoa ativa que pratica surf, e sua idade tb ajudará muito em sua recuperação! Que vai de 4 a 6 meses. Porem vc ficará ótimo. A fisioterapia no seu caso não o deixara melhor do que vc ja esta. Como costumo tratar muitos atletas acredito que no seu caso especifico a cirurgia seja a melhor opção! O caso é que isto possa piorar em caso de esforço físico no caso de não fazer a cirurgia pois o mesmo não esta linkado a fortalecimento da musculatura uma vez que existe sinais de lesao em estruturas que não se fortalece, no caso o labrum e o tendao

« VOLTAR